Pensamentos Soltos
Porque a vida é feita de pensamentos... soltos...
24 de Março de 2004

Como um botão de rosa, o meu amor
desabrocha dia após dia, tornando-se
mais forte e mais vivo.
Vivo como uma labareda, mas não
uma labareda que arde rapidamente
e logo se consome, mas vivo
como o fogo eterno da saudade.
E cada dia, cada hora, cada minuto
que passa, mais vivo se torna,
mais ele brilha, aquecendo-me a
alma, afagando-me a face, trazendo-me
bonitas recordações. Recordações
de tudo quanto fizemos, de todos os
bons momentos que passámos até
hoje. Trazendo-me esperanças. Esperanças
de continuar a ter esses
bons momentos juntinho de ti, esperanças
de ser este o amor que eu
sempre sonhei viver.
E eu vivo este amor, livre e ao
mesmo tempo presa.
Livre, porque sou feliz. Livre,
como um pássaro que voa pela
primeira vez... Presa... como esse
mesmo pássaro que está dependente...
dependente de alguém que o apoia,
que o ensina a ser... a ser
livre, a viver, a viver sem medos.
Tal como esse pássaro também eu
estou presa... presa a esse amor
que me liberta!
Sou livre! Livre para amar!
Sou livre! Livre para viver o meu Amor!
Sou livre! E sou amada...
Alguém pensa em mim... alguém me
olha de maneira diferente... alguém
me olha amorosamente, com olhos
de paixão. A paixão de que eu
preciso... alguém me ama...
Ah! Como eu gosto de ser amada
por alguém!... Como eu gosto de
sentir e saber que alguém sofre
por mim, que alguém se preocupa
comigo dessa maneira... dessa maneira
tão especial. Como eu gosto desses
carinhos, desses beijos, desses desejos
que alguém nutre por mim. Como
eu preciso que alguém me ame!...
Que alguém me ame sincera e inteiramente...
Que alguém me ame,
como eu amo alguém...
E esse alguém és tu. Sim tu.
Tu és a minha paixão, a minha
loucura, a razão de eu viver
desta forma!!!

13 Fevereiro 1993
publicado por Helena às 19:29 link do post
Tenho uma amiga que me é muito querida que diz o seguinte "Estar apaixonados é a coisa mais linda que pode haver. O problema começa quando descobrimos que estamos apaixonados..." Este teu poema dedicado ao amor, ao teu amor, expressa bem essa beleza, mas também nos coloca em alerta para os problemas que advém sempre de uma paixão. E tu mencionas o mais grave de todos. A perda da nossa própria individualidade e liberdade. Mas, para quê preocuparmo-nos com isso? Gozemos somente a essência revigorante e onirica que é estar apaixonado. Bjs.
Xzip a 24 de Março de 2004 às 19:43

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Março 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
20
21
28
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
55 comentários
51 comentários
46 comentários
43 comentários
43 comentários
38 comentários
32 comentários
31 comentários
30 comentários
26 comentários
25 comentários
24 comentários
23 comentários
23 comentários
22 comentários
mais sobre mim
 
últ. comentários
Não, ainda não passou...aliás o blog está dasactua...
Xô, Xô ehehehEspero que essa maré de azar já tenha...
Olá! Adorei ter chegado até aqui e poder te ler. M...
elogios para as fotos, lindo! Eu sempre vi a fotog...
Deve ter sido um espectáculo!Quero ver mais fotos
Um grande beijinho de parabéns pelo dia de hoje :)
Pode ser que sim :)Beijocas e boa sorte
Giro! :)
Yeeeee!!!
Obrigada amigo!
MUITOS PARABÉNS!
Temos que combinar um 10 pras 8 com,o compensação ...
Quero os meus royalties de direitos de autora lolo...
LOL estou
Paisagens lindas, lindas!
Estás-me a imitar? eheheheh
pois então.... parabéns!!!
blogs SAPO