Pensamentos Soltos
Porque a vida é feita de pensamentos... soltos...
29 de Abril de 2004

figueira2.jpg

Não sei se convosco se passa o mesmo, mas quando me sinto "stressada" por vezes basta ouvir música (ou tocar), ler um livro ou ver fotografias para que o stress desapareça.

Por isso, nada melhor que uma fotografia do mar, como esta que aqui deixo, para se esquecer todas as coisas menos boas.

E, já sabem, aproveitem sempre ao máximo todos os bons momentos e as coisas boas que a vida nos oferece!
publicado por Helena às 14:42 link do post
28 de Abril de 2004

Hoje a aula acabou mais cedo (às 21:30h), ainda fui para um ensaio (até à meia-noite). Cheguei a casa às 00:30h, fiz o jantar para mim e para o marido, jantei, arrumei minimamente a cozinha, pus a máquina a lavar a loiça, fui apanhar a roupa que estendi de manhã e vim cá acima ligar o computador... Não me deu acesso à net... tive que reiniciar... E aqui estou! Ufa!!!
Tenho 35 novos mails para ver, provavelmente alguns nem terão chegado ao destino...

Isto de se estar sem fazer "nada" durante meses e meses tem que se lhe diga. Ontem cheguei a casa de rastos só porque tive que recomeçar a raciocinar!

É como que um regresso à escola e olhem que custa um bocadinho!

Enfim... amanhã lá estarei novamente!

O horário vai manter-se até ao final de Julho, por isso só venho aqui espreitar de vez em quando... quando a cabeça ainda tiver capacidade e o corpo não reclamar por cama!

Obrigada a todos os que têm passado por cá!

Beijocas Grandes
publicado por Helena às 02:11 link do post
23 de Abril de 2004

sol.jpg

Meus queridos amigos, durante os próximos seis meses (mais coisa menos coisa), não vou poder vir aqui à blogsfera com a mesma frequência... Pois é, vou começar um curso que me vai ocupar a tarde toda e parte da noite...

Portanto, este é, oficialmente, o último dia em que passo a tarde com o computador ligado!

Vou tentar vir sempre que possível, senão para escrever, pelo menos para visitar os meus blogs favoritos!

Fiquem bem, tenham um excelente fim de semana e que o sol continue assim brilhante!
publicado por Helena às 18:53 link do post
22 de Abril de 2004

Olá a todos!
Hoje encontrei um texto bastante interessante (no blog da Grilinha) e que mostra uma visão de Portugal por parte de um estrangeiro... Ao dizer isto senti-me uma estrangeira, pois concordo com tudo o que é dito neste artigo do jornal "Pravda", da Federação Russa.

PORTUGAL: Pessimismo e pedofilia

São dois os principais problemas de Portugal: os poucos pessimistas profissionais que, passam a vida, a contaminar o resto da população, e uma governação inadequada, ineficiente, ineficaz e fora de contacto com a realidade do país. Que Portugal e os portugueses têm inegáveis qualidades, não hajam dúvidas. Não é por nada que Portugal é um país independente e a Catalunha, a Bretanha, a Escócia e a Bavária o não são. Não é por nada que o português é a sétima língua mais falada no mundo, à frente do alemão, do francês e do italiano. No entanto, estas qualidades precisam de ser cultivadas por quem foi eleito para liderar e dirigir o país. O que acontece é que, nem agora, nem por muito tempo, Portugal tem tido líderes dignos do seu povo, capazes de liderar a nação, realizar os projectos que foram escolhidos para realizar. O resultado é uma onda de pessimismo, no meio de um mar de desemprego, desinteresse e desorientação que serve de combustível para a economia emocional não funcionar, aquela economia que é tão importante quanto a economia das quotas de oferta e procura. A consequência é uma retracção não só da economia mas também do psique da sociedade, com uma introversão patológica a manifestar-se no escrutínio colectivo do umbigo nacional, ou um pouco mais abaixo.

A "não-história" da pedofilia, já uma psicose nacional, é um belíssimo exemplo de até onde pode chegar uma sociedade quando nem é orientada nem estimulada a pensar em horizontes mais saudáveis. Há mais de um ano, a imprensa portuguesa regurgita a história do abuso sexual de meninos do orfanato/escola Casa Pia, apontando nomes sonantes da vida pública que nem têm lugar aqui, visto que até ser provado ao contrário, uma pessoa numa sociedade civilizada, é considerado inocente.

A busca de quem foi ou quem não foi, deu origem ao levantamento na praça pública, de uma lista substancial de nomes do mundo artístico, desportivo, e político, aos mais altos níveis. Não é a causa do pessimismo em Portugal, mas espelho dele. A noção de que, "nós não prestamos, somos os coitadinhos da Europa e a alta sociedade é podre", ouvia-se nos finais dos anos 70, desapareceu e com a não governação do primeiro-ministro José Barroso, voltou. Está tangível, quanto mais para um estrangeiro que ama e estuda este país há 25 anos.

Outra manifestação deste pessimismo é a negatividade ao nível das conversas nos cafés (inaudíveis nos claustros de cristal onde pairam os governantes do país) à cerca de um evento que, a priori, é a melhor hipótese que Portugal alguma vez tem tido para se projectar na comunidade internacional? O Euro 2004.

O Euro 2004 é o ponto desportivo mais alto na história quase milenar de Portugal. É um dos três mais vistos eventos televisivos do mundo e é uma excelente oportunidade de enterrar, de vez, a falácia que Portugal é uma província espanhola. Mas o que é que acontece? Enquanto o resto da Europa se prepara com entusiasmo para o Campeonato da Europa em Futebol, ouve-se em Portugal, por todo o lado, que os estádios não estão preparados, ou que não são seguros, ou que os aeroportos não estão adequados, ou que vai haver problemas com o hooliganismo, ou com terrorismo. Disparate! Ou pior, uma vergonha, por quem perpetua este tipo de lixo que, por aí, se chame notícias.

Para começar, os estádios estão tão prontos que já se joga futebol neles. Segundo - as normas de segurança tem de obedecer a rigorosíssimas normas de controlo estipuladas pela inflexível UEFA. Terceiro - os aeroportos têm dos sistemas mais avançadas de controlo de tráfego aéreo, total e completamente integrados nos da União Europeia e mais, os adeptos não vão chegar todos no mesmo dia, nem todos de avião. Quarto - quando os bilhetes foram vendidos na Internet, foi consultada a base de dados proferida pelas forças policiais dos países presentes no Euro 2004. Quinto - Portugal é alguma vez um alvo para ataques terroristas, desde quando? Só se fossem as FP-25 de Abril. Porém, onde estão as autoridades a explicarem a verdade, a estimular a população, a instilar o optimismo, não só para o Euro 2004 mas, para galvanizar a economia, para liderar o país? Exactamente onde estiveram, estes ou outros, quando os interesses dos portugueses estavam a ser vendidos por um preço barato, o que levou gradualmente à situação actual em que uma família portuguesa gasta, substancialmente mais do seu ordenado em necessidades básicas do que no resto da Europa.

Não se admite que num supermercado espanhol, se encontrem, exactamente os mesmos produtos, bem mais baratos do que em Portugal, não se admite que no Reino Unido o cesto básico de alimentos custe bastante menos, quando se ganha cinco, seis ou sete vezes mais. Há duas semanas, vi três restaurantes no centro de Londres com o cartaz "Comam o que quiserem por £5.45 - 9 Euros, ou um pouco menos. Os portugueses gastam uma fatia tão grande do seu ordenado em mantimentos fundamentais que não há capital disponível para os serviços, restringindo a economia a um modelo básico e muito primário. Se bem que Portugal é um país pequeno, também o é a Bélgica, a Dinamarca, os Países Baixos, o Luxemburgo, a Suíça ou a Irlanda. Estes países têm um plano de médio e longo prazo e nestes países ganham os lugares de destaque pessoas competentes e devidamente qualificadas e formadas.

Em Portugal, o plano é ganhar as próximas eleições, ponto final. O que acontece depois? Há uma onda laranja (PSD - actual governo) ou cor-de-rosa (PS - governo anterior) a varrer o país e a ocupar todos os quadros altos e médios, seja em ministérios, em faculdades, em firmas, até em hospitais.

O grande plano é, quanto muito, de quatro anos, o que explica a pequenez de pensamento e a falta de visão personalizada por uma ministra das finanças que trata a economia do país como se fosse uma dona de casa maníaca, que, munida com uma tesoura gigante, tenta transformar um lençol de cama de casal numa bata para uma boneca diminuta? Corta, corta, corta. O resultado disso tudo é o que se vê: desempregados à espera do subsídio de desemprego durante largos meses, não semanas, sem receberem um tostão do governo que elegeram para os proteger.

Quão conveniente é, por isso, que o país fale de pedófilos e não da economia, do emprego, da falta de poder de liderança deste "governo" PSD/PP, da ausência dum cariz democrático, ou social, ou popular, da ausência de contacto ou de calor humano destes, que foram eleitos para proteger seus cidadãos!

O que fizeram? Absolutamente nada. Lamentaram que o país era um caos, e calaram-se. Então, onde estão as políticas de salvação? Portugal está, e por muito tempo tem sido, liderado por uma argamassa de cinzentos incompetentes que venderam os interesses do país, irresponsável e negligentemente, para fora.

Portugal precisa de quem tenha o brio e a chama suficientes para incendiar a paixão do povo deste país lindo, desta pérola do Atlântico, de ajudá-lo a ir ao encontro dos seus sonhos, acreditar em si, redescobrir as suas consideráveis qualidades e colocar Portugal num lugar de destaque entre a comunidade internacional.

O leitor pode apontar quem tenha feito isso nos últimos anos? O José Barroso está a fazê-lo? Caso contrário, se não se descobrir, e rapidamente, quem for competente para governar este país, os projectos audazes e brilhantes, que vão de mãos dadas com o espírito e a alma portuguesa, como por exemplo a EXPO 98, o Rock in Rio e o EURO 2004, todos com uma gestão excelente e uma preparação de que poucos países se poderiam gabar, perder-se-ão no mar da lamúria que assola Portugal.

Francamente, a paciência dos que, tanto lutaram, para fazer qualquer coisa deste rectângulo atlântico, começa a esgotar-se. Já que gostam de dizer que quem não está bem deve mudar-se... essa, começa a ser uma excelente ideia.

Timothy BANCROFT-HINCHEY - - - Director e Chefe de Redacção
publicado por Helena às 17:12 link do post
21 de Abril de 2004

mar 12.jpg


Hoje o dia está tão tristonho... que me deixa melancólica, sem vontade de fazer seja o que for...

Mas, como sempre, melhores dias virão!
publicado por Helena às 15:47 link do post
19 de Abril de 2004

figueira1.jpg

Eu sei que tenho escrito pouco aqui ultimamente, mas tenho andado bastante ocupada. O que até é bom, visto que ainda me encontro desempregada...

Mas hoje não podia deixar de escrever uma coisa:

PARABÉNS PAI!!!

Pois é! O meu Pai faz hoje 53 aninhos e tinha que assinalar este dia!
publicado por Helena às 15:38 link do post
15 de Abril de 2004

maiorca.jpg

Quero deixar aqui um sorriso franco e alegre a todos os conhecidos e desconhecidos que por aqui passem!

Smile

Sorriam sempre!
publicado por Helena às 18:34 link do post
13 de Abril de 2004

figueira.jpgbomjesus.jpg
bomjesus3.jpgbomjesus2.jpg

Desde já, agradeço a todos os amigos que passaram por aqui e deixaram os seus comentários ao post anterior. Espero que se tenham divertido tanto ou mais que eu!

E eu diverti-me bastante e fartei-me de passear!!

Na Sexta-Feira, 9 de Abril, começámos por ir almoçar a Santarém (a terra do nosso amigo Jorge Bond), depois seguimos para a Figueira da Foz (que não conhecia), onde nos deparámos com um areal imenso!
Pena estar tanto vento e um pouco de frio, senão lá iria eu mergulhar naquele mar espectacular.
Depois de passearmos um bom bocado por lá e termos tirado imensas fotografias, lá seguimos para perto de Viseu (a terra dos meus pais).

No dia seguinte, fizemo-nos novamente à estrada. Fomos até Braga, onde visitámos o Sameiro e o Bom Jesus. Terra bem bonita esta!

No Domingo, lá voltámos depois de um almoço excelente (dourada grelhada para mim, borrego no forno para o marido).

Ainda apanhámos bastante trânsito, parece que toda a gente se lembrou de vir embora depois de almoço!!

Mas o nosso fim de semana não se ficou por aqui!

Depois de uma noite bem dormida na nossa caminha, fomos passear outra vez, desta vez para Sintra. Mas, surpresa das surpresas, estava tudo fechado! Os museus, o Palácio da Pena, fecha tudo à segunda-feira!

Ficámo-nos por um pequeno passeio pelo centro histórico, bem acompanhado de uns travesseiros e umas queijadas!

E pronto! Cá estou eu de volta!

Espero que me contem agora o que fizeram neste fim de semana de Páscoa!
publicado por Helena às 16:46 link do post
08 de Abril de 2004


Chocolate Bunny Desejo-vos uma excelente Páscoa, cheia de docinhos e amêndoas!Bunny Suit
Que o fim de semana seja simplesmente magnífico!!! Too Happy





publicado por Helena às 16:21 link do post
06 de Abril de 2004

maiorca4.jpg


Com este calor que está dá mesmo vontade de estar num lugar assim...
publicado por Helena às 15:46 link do post
05 de Abril de 2004

nuvens2.jpg

Hoje sinto-me nas nuvens, aliás sinto-me a pairar por cima delas!
O dia está simplesmente magnífico!
Em dias assim fico muito mais alegre e feliz.
Dá-me vontade de rodopiar ao sol, de dançar, de rebolar na relva, de correr pelo campo fora, de andar descalça na terra, de construir castelos na areia molhada da praia, de mergulhar no mar, fazer corpo morto e andar à deriva por onde as ondas me levarem, de olhar para cima e ver as gaivotas nos seus voos circulares, de olhar para baixo e ver os peixes com os seus corpos prateados, de olhar para oeste e ver o horizonte sem fim, de olhar para este e ver a alegria contagiante das crianças que brincam à beira mar...
Enfim... estou feliz!
publicado por Helena às 16:18 link do post
01 de Abril de 2004

Madeira.jpg

Lá fora a chuva não pára de cair... e nada melhor do que ficar em casa, enroscada num cobertor (ou pertinho da lareira), a ouvir a chuva e a ler um belo livro.

Relaxing By The Fire

Seguindo um pouco o desafio que lancei sobre as músicas da nossa vida, vou lançar outro: quais os livros da nossa vida? Quais os nossos autores preferidos?


Adoro ler, devoro livros atrás de livros. Agora mesmo estou a ler "Cold Mountain" (ainda não vi o filme), isto depois de ter lido 24 (?!) livros da Agatha Christie (todos seguidinhos). Também gosto de ler Alfred Hitchcock (além de adorar os seus filmes... mas o cinema será um tema para novo post...), Paulo Coelho e Erich Maria Remarque.

Em termos de literatura portuguesa, gosto muito de Eça de Queirós e Júlio Dinis. E adoro, simplesmente adoro, Saramago. Aliás, das já centenas de livros que tive oportunidade de ler ao longo da minha vida, o livro que mais me marcou até hoje foi o "Ensaio sobre a Cegueira". Estou, por isso, muito curiosa em relação ao livro lançado ontem por este autor (quando o ler deixarei aqui a minha opinião).

Claro que existem mais autores interessantes que gosto de ler, mas estes são os principais...

Gostaria que me falassem um pouco sobre as vossas leituras e os vossos gostos (para vos conhecer melhor...).
publicado por Helena às 15:33 link do post
Abril 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
16
17
18
20
24
25
26
27
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
55 comentários
51 comentários
46 comentários
43 comentários
43 comentários
38 comentários
32 comentários
31 comentários
30 comentários
26 comentários
25 comentários
24 comentários
23 comentários
23 comentários
22 comentários
mais sobre mim
 
últ. comentários
Não, ainda não passou...aliás o blog está dasactua...
Xô, Xô ehehehEspero que essa maré de azar já tenha...
Olá! Adorei ter chegado até aqui e poder te ler. M...
elogios para as fotos, lindo! Eu sempre vi a fotog...
Deve ter sido um espectáculo!Quero ver mais fotos
Um grande beijinho de parabéns pelo dia de hoje :)
Pode ser que sim :)Beijocas e boa sorte
Giro! :)
Yeeeee!!!
Obrigada amigo!
MUITOS PARABÉNS!
Temos que combinar um 10 pras 8 com,o compensação ...
Quero os meus royalties de direitos de autora lolo...
LOL estou
Paisagens lindas, lindas!
Estás-me a imitar? eheheheh
pois então.... parabéns!!!
blogs SAPO